Geral

Serra Catarinense incorpora inovações de opções de turismo e moradia

Foto: Divulgação

Os termômetros vêm apresentando marcas cada vez mais baixas nas últimas semanas e o estabelecimento do inverno promete elevar o número de visitantes na Serra Catarinense. A experiência do frio acompanhada das belezas naturais, com a tranquilidade do campo ou as aventuras dos esportes radicais estão entre os atrativos da região. Espetáculo à parte, as curvas e paisagens da Serra do Rio do Rastro, tida como uma das estradas mais espetaculares do mundo, conforme a agência de viagens Rentcar, especializada em locação de veículos.

Investimentos em estrutura por parte do poder público e da iniciativa privada resultam em um crescente número de turistas a cada ano na região. Espaço aberto para empreendimentos com inovações e tendências, como a multipropriedade. Em Bom Jardim da Serra, o condomínio residencial Altos da Serra já oferece uma casa no sistema de propriedade compartilhada, ou seja, compartilhada entre vários donos.

Foto: Divulgação

Temporadas de férias sempre foram um sinônimo de praia para o dentista Vilson Guilherme Nunes Rosa. Até o momento de conhecer a tranquilidade serrana com conforto, ao passar um fim de semana na casa compartilhada do condomínio em Bom Jardim. “Tem um grupo que faz acampamento no inverno e achava legal. Muitos anos atrás. O legal da Serra é vivenciar as coisas que não são do dia a dia, como curtir com a família do lado da lareira, olhando a paisagem maravilhosa, o fenômeno da “viração”, o nevoeiro, a vegetação. Tudo muito legal e diferente do que está acostumado a ver”, aponta.

Com a experiência em uma espécie de “test drive” imobiliário, Vilson se encantou e acabou comprando uma cota da casa compartilhada. Essa fração de propriedade dá direito a duas semanas por ano no local, com tudo pronto e equipado para a vida toda. O imóvel de 293 m² dispõe de três suítes, sala, cozinha conjugada com lareira, churrasqueira, lavabo, spa com banheira de hidromassagem para até oito pessoas, sauna seca e piso aquecido. O cotista também tem direito ao uso de toda a estrutura do condomínio Altos da Serra, como trilhas, salões de festa, quadras esportivas e passeios a cavalo.

“A multipropriedade é uma tendência internacional que estamos trazendo para reforçar a gama de opções turísticas da Serra Catarinense. Uma possibilidade a quem sonha em ter uma casa serrana sem a necessidade de arcar com custos de compra de terreno, construção e manutenção”, pontua o diretor da incorporadora responsável pelo condomínio, Fernando Weber.

Foto: Divulgação

A rotina agitada e a consequente falta de tempo para ir diversas vezes à serra durante o ano também faz despertar o interesse para o modelo da propriedade, aponta Vilson. “Jamais investiria tanto em uma casa que usaria poucas vezes, ainda mais no padrão de conforto dela. Para mim essa ideia de que a casa é só minha naquelas duas semanas para curtir de maneira intensa é o ideal”, ressalta o morador.

Movimentada por turistas durante o ano todo, a Serra Catarinense tem um acréscimo importante no inverno, volume em ascensão nos últimos anos, afirma o presidente da Instância de Governança de Turismo Encantos do Sul, Adilson Silvestre. “A maioria das pessoas busca ver a neve e tem tido cada vez mais opções de hotelaria, gastronomia e lazer. De programas mais calmos, da experiência da vida no campo até os esportes radicais, passando pelas opções de vinícolas. Entre as principais ações de políticas de turismo está a construção de roteiros entre cidades e regiões com opções diversas para cada estilo de viagem e turista”, conta.

Turismo de experiência

Em crescimento em todos os lugares, o chamado turismo de experiência, no qual o visitante vivencia nos espaços e realiza atividades das pessoas nativas, vem se estabelecendo também na Serra Catarinense, aponta Silvestre. “Esse é um diferencial cada vez mais procurado. As pessoas têm fugido das commodities para fazer programações como o turismo de aventura, colher a maçã direto no pomar, as visitas às vinícolas, as estrutura das pousadas rurais e hotéis fazenda estão inseridas entre as principais atrações nesse contexto que os turistas procuram. E quem vai à Serra Catarinense, sempre se encanta e volta”, garante o presidente da Encantos do Sul.

Colaboração: João Pedro Alves – Alfa Comunicação Empresarial

Notícias Relacionadas

Esculturas do Paredão agora livres da vegetação, em Orleans

1º Rota do Sul pretende movimentar turismo na região Sul

Orleans apresenta pontos turísticos para colegiado da Amrec

Hotel Curucaca

Bom Retiro/SC

Pousada Pica Pau

Urubici/SC

Serra do Panelão

Urubici/SC

Edelweiss Pousada de Montanha

Urubici/SC

Timbó Park Hotel

Timbó/SC

Hospedagem Flor de Tuna

Urubici/SC

Hotel Fazenda Boutique Terra do Gelo

Bom Jardim da Serra/SC

Il Rifugio Cabanas

Urubici/SC

Hotel Fazenda Rota dos Cânions

Bom Jardim da Serra/SC

Pousada Trinca Ferro

Bom Retiro/SC

Pousada Charme da Serra

Bom Jardim da Serra/SC

Pousada Vale da Neblina

Urubici/SC

Bela Serra Pousada

Bom Jardim da Serra/SC

Corvo Branco Estalagem

Urubici/SC

Hotel Verde Serra

LAURO MÜLLER/SC