Geral

Produção de doce de leite impulsiona cadeia leiteira do Sul e Serra de Santa Catarina

Foto: Divulgação/Alfa Comunicação Empresarial

Santa Catarina chegou ao patamar de quarto produtor de leite do país, desbancando o estado de Goiás, de acordo com o último levantamento do IBGE, realizado em setembro de 2017 com dados de 2016. Segundo a pesquisa, enquanto a produção de leite nacional caiu 2,9% em 2016, Santa Catarina teve um crescimento de 1,76%. O Sul e a Serra de Santa Catarina fazem parte deste contexto e a produção de doce de leite é que vem impulsionando a cadeia leiteira destas regiões.

Ligados à Áurea Alimentos, indústria sediada em Braço do Norte, são mais de 170 produtores de leite de quatro municípios serranos e sete do sul catarinense. Levando em conta qualidade e custo, a Áurea concentra toda sua compra desta matéria-prima nos municípios próximos, impulsionando uma cadeia que envolve cerca de 650 pessoas. Para a produção de doce de leite, carro-chefe da empresa, além de outros alimentos como leite condensado, a Áurea consome diariamente mais de 40 mil litros de leite e 35 mil litros de soro de leite.

Foto: Divulgação

O controle de qualidade da matéria-prima é rígido e começa no campo. Técnicos agrícolas visitam todas as propriedades ligadas à áurea Alimentos e acompanham a produção do leite. Ao chegar in natura na indústria, o alimento passa por análises para verificar se está dentro dos padrões exigidos pela empresa. A supervisora de Controle de Qualidade, Aline Felipe Lorenzoni, explica que a recepção do leite e a análise dele formam um dos principais momentos da produção de lácteos. “Como o leite é uma das matérias-primas principais, toda a qualidade do produto final vai depender dele”, afirma.

Com 75% de sua produção voltada ao segmento de food service, setor responsável pela transformação de alimentos, a Áurea entende sua responsabilidade na cadeia leiteira do estado. “Esta integração com o produtor é fundamental e a gente preza muito por isso. A Áurea movimenta a economia da região e se a empresa crescer, essa cadeia acaba crescendo”, afirma o diretor comercial Marcel Felipe.

Colaboração: Alfa Comunicação Empresarial

Notícias Relacionadas

Esculturas do Paredão agora livres da vegetação, em Orleans

1º Rota do Sul pretende movimentar turismo na região Sul

Orleans apresenta pontos turísticos para colegiado da Amrec

Hotel Curucaca

Bom Retiro/SC

Pousada Pica Pau

Urubici/SC

Serra do Panelão

Urubici/SC

Edelweiss Pousada de Montanha

Urubici/SC

Timbó Park Hotel

Timbó/SC

Hospedagem Flor de Tuna

Urubici/SC

Hotel Fazenda Boutique Terra do Gelo

Bom Jardim da Serra/SC

Il Rifugio Cabanas

Urubici/SC

Hotel Fazenda Rota dos Cânions

Bom Jardim da Serra/SC

Pousada Trinca Ferro

Bom Retiro/SC

Pousada Charme da Serra

Bom Jardim da Serra/SC

Pousada Vale da Neblina

Urubici/SC

Bela Serra Pousada

Bom Jardim da Serra/SC

Corvo Branco Estalagem

Urubici/SC

Hotel Verde Serra

LAURO MÜLLER/SC