Geral

Deslizamento na Serra do Rio do Rastro reforça urgência nas obras de contenção

Foto: Divulgação / Sul in Foco

A nova queda de barreira registrada na manhã desta quinta-feira (26) no km 406 da SC-390, trecho da Serra do Rio do Rastro, em Lauro Müller, reforçou o resultado apontado pela vistoria realizada pela Defesa Civil de Santa Catarina, nessa quarta-feira (25).

Com a grande quantidade de chuva e vento ocorrida nos últimos dias, a barreira com rochas e também árvores caiu por volta das 6 horas. Conforme informações repassadas pela Polícia Militar Rodoviária – PMRv do mirante, o trânsito ficou em meia pista e não houve necessidade de interdição.

A vistoria nos pontos que apresentam risco de desmoronamento, realizada no dia anterior, previu o acontecimento. Por sorte, não houve danos materiais, nenhum veículo foi atingido e ninguém ficou ferido. Entretanto, à medida que o tempo passa e a obra não é iniciada, os riscos só aumentam.

Foto: Divulgação / Sul in Foco

“Constatamos que o risco evoluiu. Além dos seis pontos que deslizaram desde janeiro, estamos com uma deformação na pista de rolamento, que também vem sofrendo com o tráfego e a chuva. Existe o risco de que a pista venha romper e novos deslizamentos aconteçam”, explicou o assessor técnico da Defesa Civil, Humberto Alves da Silva, à reportagem da NSC TV.

O Departamento Estadual de Infraestrutura – Deinfra, por sua vez, afirma que os recursos precisão ser liberados pelo Governo Federal para que seja realizada a licitação da obra de contenção, no valor de aproximadamente R$ 20 milhões. O resultado da perícia realizada nessa terça-feira (24) será encaminhado ao Ministério da Integração Nacional para reforçar a importância da liberação valor.

No último monitoramento feito em fevereiro com a ajuda de um drone, a Defesa Civil identificou 23 pontos de risco. Tal relatório, que prevê a instalação de telas metálicas para conter as pedras em caso de deslizamento, também já foi entregue ao Deinfra e ao Ministério da Integração Nacional.

Ações em 25 pontos – Em abril deste ano, o governador Eduardo Pinho Moreira entregou ao presidente da República, Michel Temer, e ao ministro da Integração Nacional, Antônio de Pádua Andrade, o plano de prevenção na rodovia, que está aprovado e aguarda liberação de recursos.

De acordo com o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Renato Newton Ramlow, o projeto da Serra do Rio do Rastro prevê a execução de obras preventivas em 25 pontos ao longo da SC-390, passando pelas cidades de Orleans, Lauro Müller e Bom Jardim da Serra. “Serão incluídos serviços de supressão vegetal, limpeza de canaletas e bueiros, além de aplicação de telas metálicas de alta resistência e cortina atirantada”, destacou o coronel.

Foto: Divulgação / Sul in Foco

Foto: Divulgação / Sul in Foco

Notícias Relacionadas

Esculturas do Paredão agora livres da vegetação, em Orleans

1º Rota do Sul pretende movimentar turismo na região Sul

Orleans apresenta pontos turísticos para colegiado da Amrec

Hotel Curucaca

Bom Retiro/SC

Pousada Pica Pau

Urubici/SC

Serra do Panelão

Urubici/SC

Edelweiss Pousada de Montanha

Urubici/SC

Timbó Park Hotel

Timbó/SC

Hospedagem Flor de Tuna

Urubici/SC

Hotel Fazenda Boutique Terra do Gelo

Bom Jardim da Serra/SC

Il Rifugio Cabanas

Urubici/SC

Hotel Fazenda Rota dos Cânions

Bom Jardim da Serra/SC

Pousada Trinca Ferro

Bom Retiro/SC

Pousada Charme da Serra

Bom Jardim da Serra/SC

Pousada Vale da Neblina

Urubici/SC

Bela Serra Pousada

Bom Jardim da Serra/SC

Corvo Branco Estalagem

Urubici/SC

Hotel Verde Serra

LAURO MÜLLER/SC